Sejam Bem Vindos!


Sejam bem vindos!

Hoje (07.05.2010), eu e minha fisioterapeuta Debora Cervinho,
criamos este blog para que eu possa contar um pouco da minha história,
compartilhar o meu dia a dia e um pouco da minha luta.



quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Como tudo comecou... - Parte 6

Quando acordei do coma, já tinha uma noção do que tinha acontecido. Não fiquei revoltado e nem culpando nada, simplesmente sorri para todos que estavam a minha volta. Quis saber nos mínimos detalhes tudo que eu tinha passado ate ali. Fiquei feliz quando minha mãe contou que no dia 20 depois do acidente o hospital ficou tão cheio que tinha gente do lado de fora, porque dentro não cabia mais ninguém. Me senti muito querido naquele momento. Os médicos pediram para minha mãe falar com todos para virem aos poucos e que não adiantariam as visitas porque eu estava em coma ainda. Mas quando fiquei sabendo de tudo isso foi muito confortante.

Mas o importante foi acordar e ver minha família reunida a minha volta.

A questão agora era me acostumar a isso tudo que tinha acontecido. Não foi fácil, eu tinha medo de ficar sozinho a noite. Durante o período em que fiquei no hospital lembro de dois episódios que ficaram marcados. Um foi eu ter conseguido soltar a traquéia para chamar atenção e ter companhia durante a noite. Depois que consegui soltar lembro de ter pensado que fiz merda, mas logo meu objetivo foi alcançado e chegou uma enfermeira e colocou tudo no lugar.

A noite para mim era um terror e foi difícil de me acostumar. O outro ocorrido foi mais grave ainda. De tão nervoso que eu estava comecei a morder minha língua, pela manha a preocupação foi geral, pois de tanto eu morder a língua ficou tão inchada que não cabia na minha boca.

O período que eu fiquei no CTI o mais difícil era enfrentar as noites. Eu só conseguia relaxar no período da manha quando eram feitos os procedimentos, trocava as manhas pelas noites.

Mas não eram só coisas ruins, passei muitos momentos bons. Fiquei amigo de todos ali. A equipe de fisioterapia foi muito importante, juntamente com a fonoaudióloga trabalharam para que eu voltasse a falar e a me alimentar. Foi muito importante.


continua...

3 comentários:

  1. Oie, Loyola! Continuo acompanhando... Meio atrasada, mas tô aqui. Tive uma crise de coluna e fiquei mais de uma semana sem poder pegar a Bia no colo, estava ruim até pra ficar sentada, por isso nem comentei... Mas estou de volta... me recuperando aos poucos... beijos

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo, obrigado por compartilhar conosco toda sua experiência! Como estou aprendendo! Depois, ainda quero conversar mais com você sobre os seus sonhos do período em coma... e das noites também!

    ResponderExcluir
  3. Oi Rodrigo, espero que esteja tudo indo bem por aí, o seu blog é lindo, eu adorei, vc é mesmo incrível.
    Olha só vc esqueceu de falar sobre o barulho que vc fazia com a boca para chamar as pessoas à noite, no CTI. Eu me lembro muito bem disso.
    Muitos beijos, fique com Deus.
    Sueli

    ResponderExcluir