Sejam Bem Vindos!


Sejam bem vindos!

Hoje (07.05.2010), eu e minha fisioterapeuta Debora Cervinho,
criamos este blog para que eu possa contar um pouco da minha história,
compartilhar o meu dia a dia e um pouco da minha luta.



quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Ainda tento entender...

Fico pensando porque as coisas acontecem, qual o propósito disso tudo?! 
Penso nas pessoas que vivem por adrenalina e procuram esportes radicais para se satisfazer e sem querer acabam sofrendo acidente, como o caso da Laís, a esquiadora. Comigo foi diferente, eu simplesmente estava no lugar errado apesar de que estava escrito na minha linha do tempo, que algo assim de qualquer iria acontecer. 
O nome por si só já diz muita coisa, acidente. Mas não sei se é destino ou acaso.
Gostaria de estar vivendo outro momento, dando continuidade a minha vida. Prosseguindo com a lei natural da vida.
Ainda hoje me lamento pelo acontecido. As coisas mudaram muito, minha vida sofre constantes dissabores com tudo isso. Ainda aprendo a conviver com minha situação. É incrível, mas num calor desse as vezes sinto frio e no frio sinto calor, detalhe de uma coluna lesionada. Tenho sensações que ainda não entendo e tento aprender. Situações que realmente irritam, mas que não tenho como fugir e preciso conviver.
O mais triste é que não vou viver o caminho natural da vida. E saudando a isso vou postar um vídeo que retrata esse caminho. Uma musica que gosto muito. 

  

Até aqui nos ajudou o Senhor!
Espero poder entender e continuar aprendendo com minhas sensações. 
Fiquem com Deus!

Um comentário:

  1. Olá Rodrigo, realmente a vida de um lesionado cervical não é nada fácil...mas a gente acaba superando outras formas de viver, e podemos ser felizes tanto quanto antes do acidente. Digo isso, porque também fiquei tetraplégico ao mergulhar numa ponte na Ilha do Governador. No inicio tudo parecia uma escuridão sem luz no fim do túnel, mas com muita fé e vontade de viver, e com o amor, carinho, atenção, e cuidados da familia, superei, e vou superando o que vier pela frente... a vida é assim... temos que aprender, reaprender, saber conviver, tentando fazer o melhor... e aí as coisas vão acontecendo favoravelmente de acordo com os nossos merecimentos! Fé e Força aí, amigo! Abraço.

    ResponderExcluir